TRADICIONALISTA FALECEU NO LOMBO DO CAVALO


Faleceu um tradicionalista, que tinha na alma a paixão pelo trabalho campeiro, doma, laço e gineteada consternou os familiares e a comunidade de Passo Novo, 2º distrito do município de Alegrete. Aos 62 anos, Milton Lopes Rodrigues, sofreu um mal súbito quando estava no ‘lombo do cavalo’. 
O amor pelo tradicionalismo sempre foi uma das paixões na vida do gaúcho, Milton Rodrigues. No final da tarde de ontem(23/02), ele estava na companhia de filhos e amigos quando sofreu um ‘pealo’ no coração.
No momento que o tradicionalista se preparou para atirar o laço numa vaca mecânica, caiu e faleceu na hora. Os familiares salientaram que Milton tinha conhecimento de um problema cardíaco, ele fazia tratamento, mas nunca deixou de acompanhar as atividades que envolviam o campeirismo. 
Milton nasceu no Chainé Flores (Jacaquá) e durante muitos anos, morou com a esposa e filhos na fazenda Reconquista, onde trabalhou muitas décadas como capataz. Depois se aposentou e há anos, estava residindo no Passo Novo, local onde os demais familiares também têm propriedades.
Ele era um gaúcho nato, se pudesse estava sempre de bota e bombacha. Além de ser muito amoroso com todos, tinha um coração gigante, estava sempre pronto para auxiliar qualquer pessoa. 
Deixou esposa, três filhos e três netos, assim como a mãe de 90 anos, que é uma benzedeira muito conhecida na Vila Nova, dona Olga. A Brigada Militar e a Polícia Civil de Manoel Viana estiveram no local. As últimas homenagens estão acontecendo na capela ao lado da escola Barros Cassal no Passo Novo. 

Fonte: Site Alegrete Tudo.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();