Frente parlamentar apoiará implantação de novas PCHs



A implantação de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) permitirá que o Rio Grande do Sul reduza sua dependência à importação de energia, além dos benefícios advindos em termos de aumento de renda e de arrecadação de tributos juntamente com o impacto ambiental favorável.

Tais benefícios foram destacados no lançamento da Frente Parlamentar em Apoio às PCHs realizado hoje (25) na Assembleia Legislativa e que terá como presidente o deputado Ernani Polo. Atualmente, o RS possui 100 empreendimentos em operação, com geração de 500 megawatts. Estão em fase de implementação 9 projetos, com investimentos da ordem de R$ 500 milhões, que vão gerar 50 megawatts. Ainda existem outros 122 projetos para serem implementados, com geração prevista de 500 megawatts e investimentos de R$ 4 bilhões.

O presidente da Frente Parlamentar, Ernani Polo, destacou sua importância para o setor estabelecer um canal de comunicação com o poder legislativo e o executivo, apoiando os empreendedores na agilização dos novos empreendimentos, desburocratização dos licenciamentos, redução de ICMS e estímulo à valorização da geração distribuída, entre outras medidas.

O lançamento também contou com as presenças do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do RS, Artur Lemos, do senador Luiz Carlos Heinze, dos deputados Capitão Macedo e Elton Weber e de dirigentes e empresários que atuam no setor de PCHs. (O Sul)
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();