MEDICINA EM IJUÍ: VEJA COMO VAI ACONTECER O PRIMEIRO VESTIBULAR


Na próxima segunda-feira, dia 07 de janeiro, a Unijuí vai publicar o edital para o primeiro vestibular do curso de Medicina. As inscrições poderão ser feitas no Portal da Universidade do dia 07 de janeiro ao dia 17 de fevereiro. Para validar a inscrição, que terá um valor de R$ 180, os candidatos obrigatoriamente deverão ter prestado o Enem a partir do ano de 2015, obtendo no mínimo 450 pontos. Além disso, os candidatos terão que realizar uma prova com 40 questões objetivas e elaborar uma redação, em no máximo 4 horas, no dia 24 de fevereiro, em Ijuí, de forma presencial exclusivamente.
Outro detalhe deste edital diz respeito à aprovação dos futuros estudantes do curso: para garantir uma das 30 vagas na primeira turma, os candidatos serão avaliados pela nota obtida na prova do concurso Vestibular, aplicado pela Universidade, e pela nota global do Enem, ou seja, será realizada uma média dessas duas notas para determinar a classificação final. Além disso, candidatos que cursaram todo o ensino médio e o concluíram em escolas – públicas ou particulares – de cinco Coredes da região Noroeste (Noroeste Colonial, Fronteira Noroeste, Missões, Celeiro e Alto Jacuí) terão cinco pontos somados à média final do processo seletivo.
Nesta primeira edição não haverá oferta de Bolsas pelo ProUni, o que deverá ocorrer a partir do segundo semestre de 2019. Porém, a Universidade vai disponibilizar linha de crédito própria, assim como faz para os cursos já ofertados pela Instituição. O valor da mensalidade vai girar em torno de R$ 7 mil inicialmente e o estudante que aderir ao Plano de Flexibilização de Pagamento – PFP Medicina terá mensalidade em torno de R$ 4,9 mil.

Sobre o curso
O Curso de Medicina da Unijuí, que terá uma duração de seis anos, vai preparar os profissionais para atuar nas áreas de atenção à saúde, de gestão e educação em saúde, nos sistemas público e privado, atendendo às necessidades individuais e coletivas em diferentes cenários de trabalho: unidades básicas de saúde, unidades sanitárias especializadas, ambulatórios, serviços de vigilância sanitária, assistência domiciliar, na comunidade (escolas e creches), unidades especializadas em reabilitação física, serviços de atendimento móvel de urgência, hospitais-dia, hospitais secundários e terciários, com todos os seus serviços (inclusive pronto-atendimento e emergência), consultório/clínicas, instituições de ensino e/ou pesquisa.
Fonte: unijui.edu.br
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();