FICOU CLARO POR QUE O PREFEITO PAULINHO SALBEGO QUER FAZER CONCURSO SÓ COM CADASTRO RESERVA



No dia 21 de janeiro do ano em curso, o Portal Redação Regional publicou uma matéria no título: "EM SÃO FRANCISCO DE ASSIS HAVERÁ CONCURSO SÓ PARA CADASTRO RESERVA", que foi muito acessada. Além dos valores cobrados nas taxas de inscrições para as "vagas" de professores serem elevadas, também criticado o concurso ser feito só cadastro reserva.

Agora está comprovado que tínhamos razão nas colocações e abordagem daquela matéria, uma vez que o prefeito Rubemar Paulinho Salbego (PDT) mandou para a câmara de vereadores dois projetos de lei solicitando autorização do poder legislativo assisense, para contratar profissionais para atender na área de educação, por um período de 90 dias, prorrogável por mais 90 dias, ou seja, até o mês de agosto.

O projeto de lei de número 004/2019 trata da contratação de 4 professores de ensino fundamental, ou seja de anos iniciais. E o projeto de lei de número 005/2019 trata da contratação de 3 monitores de creche.

E assim fica comprovado que realmente o concurso deverá ser feito somente para dar uma satisfação ao tribunal de contas - com relação as contratações que já vem sendo feitas - e com fins arrecadatórios, dado ao valor da taxas de inscrições levando em consideração que é somente para cadastro reserva, quando deveria ser feito para suprir vagas de funções essenciais para o funcionamento da máquina pública, que estão funcionando com pessoas contratadas por tempo determinado. Um caso para a promotoria pública!

Ora, se serão contratados profissionais para essas vagas, quando sairão do cadastro reserva aqueles que alcançarem pontuação para isso?!?
Resta saber qual vai ser a atitude dos vereadores, se vão aprovar na integra, os projetos. Se vão votar contra reprovando os mesmos, ou se vão oferecer emendas para modificar o período de tempo dessas contratações que o prefeito quer fazer.




'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();