ALEGRETENSE POR POUCO NÃO TEVE NOTA MÁXIMA NA REDAÇÃO DO ENEM


Apenas 55 candidatos alcançaram a nota máxima no Brasil. A alegretense, Bruna Gidiel Paim, filha de Letícia Gidiel Paim e Ivanir Giacomassa Paim, disse que o resultado foi muito positivo. Mesmo, na situação atual em que já cursa medicina, a busca por uma boa nota é a realização de mais um desejo, cursar numa faculdade federal. Bruna fez 960 pontos na redação e por muito pouco não gabaritou.
A alegretense, que está com 18 anos, cursou o ensino médio no colégio Raymundo Carvalho. No terceiro ano, ela recorda que a professora Gici realizava uma redação por semana, até o dia do Enem. “Eu sempre me dediquei ao máximo, pois meu sonho sempre foi cursar medicina. Porém, no Enem do ano de 2017, tirei 880 na redação e não foi o suficiente para passar. Então, eu fui morar em Porto Alegre para fazer cursinho pré vestibular, o Fleming Medicina”.- citou.

No cursinho, Bruna lembra que eram feitas duas redações por semana e todo final de semana havia um simulado com 225 questões. Em junho, ela fez o vestibular de inverno em várias universidades do Estado, sem muitas expectativas, pois ainda não havia revisado todos os conteúdos no cursinho, comentou.

Foram várias recusas, até que, no dia 29 de junho de 2018 recebeu a melhor notícia da sua vida, passou na Ulbra, em Canoas. Entretanto, é uma universidade particular, com uma mensalidade muito cara, mas seus pais a incentivaram a fazer a matrícula e se comprometeram a pagar a mensalidade. Por outro lado, Bruna não desistiu do sonho de tentar uma vaga na Federal.

Em novembro, ela fez o ENEM sem muita expectativa, pois desde que entrou na faculdade não havia mais “treinado” redação, nem lembrava muito dos conteúdos.
” Quando vi minha nota fiquei muito feliz! Fiz o primeiro semestre na Ulbra e já estou matriculada para o segundo, mas sigo na tentativa de conseguir uma vaga de medicina em uma universidade Federal. Essa é mais uma grande conquista que eu divido com minha família porque sei do esforço que meus pais estão fazendo para que meu sonho de ser uma cirurgiã cardíaca seja realizado. Tô confiante que vou conseguir a Federal” – concluiu.
A reportagem salienta que, assim como Bruna, devem ocorrer outros relatos de alegretenses com notas expressivas na redação do Enem. Ela foi a primeira a entrar em contato.
Fonte: Site Alegrete Tudo.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();