PREFEITO DEU TERRENO NO CENTRO EM TROCA DE POÇO QUE NÃO FUNCIONA



Em matéria desta segunda-feira, 31, pela RBS TV, veio à tona, o caso em que a Prefeitura trocou um terreno em área central por uma área onde tem um poço artesiano com a esperança de resolver um problema da falta de abastecimento de água na Picada do Padre, 1º distrito de São Francisco de Assis.

O terreno foi comprado pela Prefeitura no sistema de permuta, aprovado pela Câmara. Em troca, a Prefeitura deu um terreno em área central da cidade de 218m², mesmo a água não sendo potável, segundo laudos da companhia que abastece.

Importante destacar que os laudos sobres esses poços artesianos, além de garantir que a água seja potável, precisam estar licenciados juntos aos órgãos de defesa ambiental -  documentos que não existem, neste caso.

Um parecer da Corsan apresenta que a água apresenta cor aparente, turbidez e coliformes totais não estando em conformidade com o Ministério da Saúde.  Outro laudo, de novembro de 2018, aponta que a Corsan descreve o poço como obra desconhecida, com aspectos construtivos nebulosos e com todas as  implicações e riscos envolvidos.

No documento enviado a Câmara, a Prefeitura deu garantia que a água era potável e mesmo a Procuradoria ter se manifestado que só fosse aprovado após laudo da Vigilância Sanitária, o projeto foi aprovado por nove, dos onze vereadores.

A matéria revelou que a área do poço adquirida pela Prefeitura, pertencia à filha do sub-secretário de interior Anselmo Olim (Cargo de Confiança do prefeito). 

O prefeito Paulinho Salbego, em entrevista disse que a área não era dela, era do esposo dela, dizendo que se não puder usar a água vai ter que contratar uma empresa para perfurar outro poço no local. Mais uma despesa para o município, além da entrega do terreno.

O repórter Maurício Rebelato, da RBS TV,  questionou a respeito de que esse estudo deveria ter sido feito antes de condicionar uma permuta deste tipo. O prefeito disse “talvez teria que ser feito, mas nós não fizemos porque nós queremos correr atrás pra resolver o problema”.
Enquanto isso o problema continua e os moradores estão sem solução.

Com informações/imagem: RBSTV/Jornal do Almoço/G1rs
Assista a reportagem: CLIQUE AQUI.




'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();